English French German Spain Italian

O EVANGELHO DE MARCOS E O SIGNIFICADO DE SEGUIR A JESUS


Em uma época de muito nominalismo cristão, mas pouca evidência de vida com Cristo,o evangelista Marcos coloca diante de nós o verdadeiro significado do que é seguir a Jesus.Significado, aliás, que contrasta radicalmente com muito do que se tem ensinado em algumas igrejas hoje, a respeito de ser cristão e seguir a Cristo.


O evangelho de Marcos não é tão somente a narração sobre a vida de Jesus, é também uma descrição a respeito do papel importante que exerceu os discípulos de Cristo. Ainda que sua linha principal fosse a cristológica, como um tema secundário, ele faz um análise do que significa seguir a Cristo. Ele explora o tema através do retrato dos primeiros discípulos de Jesus, vendo suas façanhas e seus fracassos, a experiência de estar com Jesus, e sobre todo o ensino que lhes deu. Marcos presta uma especial atenção ao tema do discipulado. Um dos objetivos principais de Marcos era reprovar a idéia errônea sobre a natureza do Messias, outro de igual importância foi instruir os seus leitores sobre o que verdadeiramente implicava uma profissão de fé.

Se a natureza do Messias leva consigo a reprovação e o sofrimento, não tanto a popularidade e o triunfo, então os seus seguidores devem esperar o mesmo(8.32-34; 13.9-13).O tema do sofrimento por causa de Jesus sugere que Marcos estava escrevendo a uma igreja que já havia experimentado a perseguição por ser seguidora do filho de Deus. Assim ele ensina que a teologia crusis do mestre também se aplica aos seus discípulos. Não há lugar para o triunfalismo privilegiado. Marcos se opõe há um cristianismo de “pedestal” que está demasiadamente no “alto” para tomar parte da missão cristã, que segundo ele, significa sacrifício e cruz.

A narração de Marcos nos conta que os discípulos de Jesus custaram para entender isso. De fato eles só haviam entendido a missão de Jesus de forma superficial e um tanto errônea. Eles pensavam como alguns também hoje pensam que seguir a Cristo proporciona alguns “privilégios”. Entretanto, seguir a Jesus significa um processo de reorientação e abandono dos valores da sociedade humana que se baseiam no “EU”, a favor de uma “ECONOMIA DIVINA” em que “MUITOS PRIMEIROS SERÃO OS ÚLTIMOS, E OS ÚLTIMOS SERÃO OS PRIMEIROS” (10.31).
Embora o discipulado em algum sentido significasse algum privilegio como está claro em passagens como: 4.10-12, 33-34; 10.30. Ser discípulo de Jesus sempre significou uma renúncia dramática, uma ética de morte, ou nas palavras de Cristo: “leva a cruz”.